Blog Megaleios

Saiba tudo que acontece no mundo da tecnologia

Novidades do mercado digital, atualizações importantes sobre desenvolvimento de aplicativos, soluções da web e muito mais! Aqui você fica sempre bem informado. Confira os últimos posts publicados no blog da Mega!

designer de aplicativos

Designer de aplicativos: 7 coisas que você precisa saber para ser o melhor

Avalie este post

O mundo mobile está em alta, e a tendência é que seja um mercado em constante expansão. Com a facilidade de acesso a dispositivos como smartphones e tablets, grande parte das pessoas faz uso de aplicativos. Diante de tanto sucesso, criar aplicativos passou a ser uma ótima forma de ganhar dinheiro e alcançar sucesso. Mas com tantos aplicativos sendo criados, passou a ser essencial se destacar em relação à concorrência. Um ponto que pode tornar seu aplicativo chamativo e o destacar em relação aos demais é o design. A forma como seu aplicativo será visto pelas pessoas e sua estética terão influência na sua taxa de conversão. Você entende a importância de destacar seu app através do design? Se sua resposta foi sim, esse artigo foi escrito para você. Aqui vamos apresentar dicas valiosas para se tornar um ótimo designer de aplicativos. Sem perder tempo, vamos entender do que se trata um design de app! Depois disso vamos mostrar o que fazer para se tornar um bom designer de aplicativos.

Quer ser um bom designer de aplicativos? Que tal primeiro entender o que é o design de um aplicativo?

Em primeiro lugar, é importante ter em mente que um bom design vai além de ter um aplicativo bonito. Ter isso em mente é essencial, pois quando se diz sobre design é comum às pessoas pensarem sobre o visual. A verdade é que o conceito de design vai mais além. Isso porque o design de um aplicativo diz respeito também às suas funções.  Nesse sentido, quando o assunto é design de aplicativos, a User Interface ou UI é uma das principais preocupações.

É essa interface que será responsável por garantir que a comunicação entre o app e o usuário será a boa. São pensados detalhes como os botões, cores, textos, tudo focado para que o usuário saiba como navegar no app. Para você que quer ser um designer de aplicativos a UI é essencial, mas não é a única questão.

O que faz o designer de aplicativos?

Mas enfim o que faz um designer de aplicativos?  O designer de aplicativos é responsável pela criação da interface do app. Esse designer irá atuar na criação de interfaces gráficas para aplicativos mobile e desktop. Será o designer de aplicativos o encarregado de pensar, por exemplo, no espaçamento entre os elementos do aplicativo. Aproveitar todos os pixels em branco de uma tela é uma habilidade necessária em um designer. Por isso, é preciso pensar exatamente onde posicionar cada elemento para fazer um bom uso do espaço.

Outro ponto que será pensado pelo designer de aplicativo é o fluxo de navegação do app. Isto serve para estabelecer o objetivo do usuário e reconhecer a emoção-sensação com a qual o usuário é movido. Além disso, é por meio do fluxo que se torna possível detalhar as e respostas por parte do app. Os wireframes também são desenvolvidos pelo designer de aplicativos. É por meio desse elemento que o designer estabelece o conteúdo e a estrutura de cada tela. Através dos wireframes estabelecemos onde serão incluídos os elementos, qual tamanho de fonte usaremos, que tipo de linguagem, transações, animações. Sem mais delongas, vamos ver dicas de como se tornar um bom designer de aplicativos?

Quais as dicas para me tornar um bom designer de aplicativos?

1- Saiba incorporar sua marca

É preciso incorporar a marca não só para se tornar um bom designer de aplicativos, mas para um bom app. A consolidação da marca com o design é imprescindível! Para isso, as cores devem ser pensadas, bem como o conteúdo do cabeçalho. No cabeçalho é indicado usar a logo da marca em vez de textos, pois facilita o reconhecimento da marca.

Em cada ponto do desenvolvimento do app é essencial ter em mente que o reconhecimento da marca deve ser fácil. A ideia principal é que a marca seja tão fácil de identificar que o usuário a reconhecerá através de uma cor ou da logo.

2- Esteja atento aos detalhes

Quando estamos falando do design de um aplicativo, até os detalhes são importantes. O designer de aplicativos deve estar atento à paleta de cores, o estilo dos elementos, aproveitamento do espaço e tipografia. Para isso, é preciso que haja criatividade e intuição para entender qual toque dar a cada detalhe. Afinal, cada um desses detalhes será determinante para o engajamento de deus usuários. Seja a forma dos ícones ou a forma como o usuário terá que deslizar o dedo para executar cada função. Por isso, esteja sempre atento aos detalhes!

3- Não se esqueça das especificadas dos dispositivos mobile

Esse é um erro bastante comum de designers de aplicativos. Por isso, um bom designer de aplicativos não pode achar que os dispositivos mobile se comportam como computadores. Esses dispositivos mobile são dispositivos completamente novos e com funções e caraterísticas próprias!

É bastante tentador que seja copiado o design de aplicativos que foram desenvolvidos para versões desktop, mas isso é um erro. O design deve ser feito especialmente para a versão mobile a fim de garantir sua qualidade. Vamos ver alguns detalhes que devem ser levados em conta para o desenvolvimento de apps mobile.

 Lembre-se que a bateria dos dispositivos não dura para sempre e os dados móveis não são infinitos

Diferente dos computadores, os dispositivos mobile não são conectados diretamente à energia. Por isso, o designer de aplicativos deve se preocupar com as funcionalidades necessárias para o funcionamento do app. Telas animadas, localização geográfica e demais gastarão mais a bateria do dispositivo. E se o app gasta metade da bateria útil do dia, é natural que o usuário faça menos uso dele. Pensando nas especificidades dos dispositivos mobile, é indicado minimizar o uso de serviços que consomem muita bateria. Outro ponto é evitar tarefas de segundo plano e simplificar o design da interface limitando animações e transições.

Assim com a bateria, os dados móveis dos celulares e tablets não são infinitos. Se o app desenvolvido por um designer de aplicativos precisa de internet para rodar, é preciso estar atento. É preciso pensar quanto dos dados de internet será consumido. Além disso, é possível aplicar alguns detalhes: trabalhar com memória cache, usar baixa resolução e usar paginação para exibir listas. Através desse tipo de paginação, o app baixa os resultados conforme a lista vai sendo rolada para baixo.

Tenha em mente que as telas dos dispositivos são pequenas, e os dedos podem ser grandes

Mais um erro cometido por designer de aplicativos é se esquecer do tamanho da tela dos dispositivos mobile. Além do tamanho das telas, é comum que o usuário faça uso do smartphone apenas com uma mão. É por esses motivos que o designer de aplicativos deve usar interfaces grandes e confortáveis para seus usuários usarem.

Alguns padrões de interface podem ser usados para ajudar nesse aspecto.  Indicar o fluxo de navegação para o usuário saber onde está a navegação é um deles. Outra dica é a utilização de listas para que detalhes e resumos do conteúdo sejam mostrados. Por fim, é possível usar guias quando o app contar com múltiplas tarefas. Em relação ao tamanho dos botões, é essencial para o designer de aplicativos pensar em botões que podem ser clicados com facilidade tanto por mãos grandes, quanto por mãos pequenas.

4- Crie o design de acordo com a plataforma

Na hora de pensa no design do app é importante compatibiliza-lo com a plataforma escolhida. Essa preocupação é de extrema importância, principalmente porque hoje em dia existem várias plataformas diferentes. Com isso na hora do designer de aplicativos modelar o aplicativo ele terá que fazer para Android e para iOS. Também é essencial não destacar a plataforma do Windows, que está apresentando uma crescente nos últimos anos.

No design para diferentes plataformas alguns dos elementos podem ser mantidos iguais. É o caso dos splash screens, por exemplo. Por outro lado, algumas características devem ser pensadas especificamente para cada uma das plataformas. Além da preocupação com as plataformas, é preciso que o design se atente para o tamanho dos dispositivos. Será preciso se adaptar a cada uma das dimensões. Para tal, é preciso trabalhar com 3 conjuntos de gráficos: alta densidade, média densidade e baixa densidade.

5- Customize o aplicativo para o usuário

O designer de aplicativos também terá que levar em conta a experiência do usuário. O design será bem feito quando se preocupar com o contexto em que o usuário interage com o app. Por exemplo, os usuários farão uso do aplicativo quando expostos a muita luz solar? Se a resposta for sim é preciso pensar no brilho e iluminação. Irão aparecer muitas palavras em preto e branco? Em caso positivo é preciso que seja feita uma adaptação para os usuários que possam ter problemas visuais. A fonte que planejo usar de adapta bem a vários tipos de linguagens? Cada questão deve ser pensada e planejada com cuidado.

Diante de tantas questões para o desenvolvimento do design testar a experiência do usuário é necessário. E como o designer de aplicativos pode fazer esses testes? Pra validar o design é possível apresentar o app para familiares e amigos, especialmente aqueles menos familiarizados com tecnologia. Assim, será possível perceber se eles terão facilidade de navegar pelo design do aplicativo ou não. Diante desses testes e dos resultados, será possível repensar os detalhes que podem ser aperfeiçoados.

6- Invista em uma interface personalizada

A customização é um ótimo caminho para o designer de aplicativos que quer se destacar. Com uma interface personalizada é entregue ao usuário a escolha sobre a aparência do aplicativo. Assim, o aplicativo tenta fornecer ao usuário conteúdos, experiências e funcionalidades que mais se encaixem às suas necessidades.

Uma dica para o designer de aplicativos que queira investir na customização é aprender com o histórico de navegação do usuário. Através das preferências observadas nos usuários é possível apresentar para ele os conteúdos que serão mais relevantes. Essa personalização agrega valor ao cliente e aumenta seu engajamento com o app. A personalização tem como principal função usar o design para oferecer aos usuários exatamente o que eles querem. Mas para que essa estratégia surta efeitos, é preciso contar com conteúdos relevantes e utilizar notificações diretas ao usuário. Um exemplo disso são as notificações push.

7-  Saiba escolher as cores e invista no minimalismo

A última dica para o designer de aplicativos que deseja obter sucesso é ter atenção nas cores escolhidas. As cores são um aspecto importante para o design do aplicativo, pois podem gerar sentimentos específicos nos usuários. É através das cores que será feita a comunicação meta-informação e que será feita a distinção das seções do aplicativo.

A cor é uma peça chave na qualidade da UI (Interface do Usuário). Isso acontece, pois as cores ajudarão os usuários a interpretar o conteúdo e interagir com ele. Mais um dica para o designer de aplicativos é apostar no contraste entre as cores. Baixos contrastes podem tornar as cores mais harmônicas e bonitas, melhorando a aparência do app.

Mas esteja atento, o minimalismo deve ser respeitado, assim evita-se que as interfaces fiquem desordenadas. O minimalismo representa a combinação perfeita entre a forma e a função do aplicativo. Seguir a linha do “menos é mais” e focar no necessário pode ser sinônimo de sucesso no design do app.

Diante dessas dicas de como ser um bom designer de aplicativos, a tarefa de desenvolver o design de um aplicativo fica mais simples, não é mesmo?

Depois dessas dicas, que tal contar com uma empresa especializada para te ajudar a ser um bom designer de aplicativos?

Ser um bom designer de aplicativos depende de vários detalhes na hora de desenvolver o app, não é mesmo? Mas além do design, o desenvolvimento de aplicativos envolve outras questões. Por esse motivo é essencial contar com uma empresa especializada nesse assunto. A Megaleios é uma empresa de tecnologia especialista no desenvolvimento de apps. Durante o processo de desenvolvimento do app oferecemos aos nossos clientes acompanhamento em todos os processos.

Aqui na MEGA nos preocupamos em garantir que seu app consiga alcançar o sucesso! Conheça já nosso portfólio de apps desenvolvidos e entre em contato com a gente!