Blog Megaleios

Saiba tudo que acontece no mundo da tecnologia

Novidades do mercado digital, atualizações importantes sobre desenvolvimento de aplicativos, soluções da web e muito mais! Aqui você fica sempre bem informado. Confira os últimos posts publicados no blog da Mega!

Avalie este post

Para entender como o preço dos aplicativos é criado, você precisa primeiro saber como ele é desenvolvido. Um bom app exige uma empresa de desenvolvimento de aplicativos com conhecimento de design e criação de software.

Por isso, é importante que pense bem antes de realizar essa escolha.

Separamos hoje, algumas dicas para te ajudar a compreender o processo de desenvolvimento de aplicativos.

Depois de entender esse processo, poderá saber quanto custa para criar um app.

Processo de desenvolvimento de aplicativos

Talvez você não saiba, mas desenvolver um aplicativo é bem complexo. Além disso, exige que a empresa de desenvolvimento de aplicativos ou a equipe escolhida seja especializada.

Vamos entender como isso funciona e qual a equipe necessária para o que o processo ocorra da maneira mais adequada.

Para iniciar o desenvolvimento de um app você pode optar por três caminhos diferentes:

1ª opção: contratar a sua equipe

Você pode contratar a sua própria equipe para o desenvolvimento do app.

Assim, os profissionais irão compor a sua equipe de TI e realizar todo o desenvolvimento in-house.

A vantagem dessa escolha de profissionais é que eles sempre estarão à disposição da empresa.

Já a desvantagem é o alto custo na hora de contratar essa equipe. Você precisa levar em conta que isso irá compreender encargos trabalhistas.

Outro ponto negativo é que fica difícil encontrar profissionais capacitados, e caso encontre, eles exigirão altos salários.

2ª opção: contratar freelancers

Essa opção de contratação de freelancers pode ser a mais barata. Porém, você precisa tomar alguns cuidados.

Você pode contratar os freelancers em grupos de Facebook ou pelo Linkedin, mas precisará gerenciá-los. Ou seja, precisa ter experiência no desenvolvimento de apps.

Como vantagem nessa opção temos a viabilidade econômica e a flexibilidade dos profissionais.

Mas não podemos esquecer das desvantagens.

Os freelancers têm uma rotatividade muito grande, o que dificulta mantê-los por muito tempo.

Esses profissionais também, normalmente, não têm formação em Design. O que pode prejudicar a UI (experiência visual) e UX (usabilidade do app).

3ª opção: contratar uma empresa de desenvolvimento de aplicativos

Essa opção garantirá profissionalismo no desenvolvimento do seu aplicativo.

A experiência que a empresa de desenvolvimento de aplicativos possui pode orientar o seu projeto da melhor maneira possível.

A empresa ainda contará com profissionais de design, testes, desenvolvimento, gerência de projetos, etc. Isso te deixará livre das preocupações do gerenciamento de uma equipe.

Vantagens da contratação de uma empresa de desenvolvimento de aplicativos

A principal vantagem ao escolher uma empresa de desenvolvimento de aplicativos é a qualidade do sistema desenvolvido.

Além disso, existem outras vantagens muito relevantes:

  • Velocidade e agilidade no desenvolvimento;
  • Segurança no processo de desenvolvimento;
  • Desafogar a sua equipe de TI;
  • Cuidado extremo com o design do aplicativo;
  • Experiência no mercado de apps;
  • Troca de conhecimento entre as empresas.

Porém, também existem desvantagens. Normalmente, não é possível fazer tantas modificações de escopo no processo de desenvolvimento.

Os custos também podem ser mais altos do que os de freelancers.

Conte com a MEGA para desenvolver o seu aplicativo

A MEGA é uma empresa de desenvolvimento de aplicativos sob demanda, personalizados e integrados.

Contamos com uma equipe especializada que pode executar um projeto completo para o seu negócio!

Além disso, nós oferecemos soluções inovadoras de mobilidade com uma metodologia diferenciada que integra estratégias de “ponta a ponta”. Assim, podemos te ajudar desde a concepção da ideia a publicação e divulgação do projeto.

Entre em contato conosco para agendarmos um horário e conversarmos sobre as suas ideias!

Lembre-se: é importante contratar uma empresa de desenvolvimento de aplicativos preparada para atender as suas necessidades!

Confira mais informações sobre a MEGA em nosso site.

Quais profissionais são necessários para o desenvolvimento de um app?

Agora você já sabe quais caminhos pode seguir na hora de escolher a equipe que irá desenvolver o seu app.

Veremos então, quais são os profissionais necessários na execução de um projeto de aplicativo.

Designer

O designer irá elaborar o desenho das interfaces do aplicativo, pensando principalmente na usabilidade.

Em algumas empresas esse cargo é nomeado de Front End Designer ou Front End Engineer.

Webdesigner

Esse profissional é o responsável por aplicar o layout que foi projetado pelo Designer.

As técnicas utilizadas são semelhantes à de um site, mas possuem outros tipos de tecnologia.

Analista de sistemas

O analista de sistemas compreende a necessidade do cliente e especifica o que precisa ser feito no projeto.

Em alguns casos, esse profissional pode também ajudar na programação.

Arquiteto de software

O profissional analisa as necessidades do projeto e arquiteta a melhor técnica para este projeto.

Fica responsável pelas partes mais complexas do desenvolvimento do aplicativo.

Desenvolvedor/ Programador

É responsável por transformar as especificações do app em código. Precisa seguir as diretrizes técnicas e a análise funcional.

Essa etapa envolve por volta de 50% do esforço total de um projeto.

Analista de banco de dados (DBA)

Irá definir a arquitetura do banco de dados. Além disso, irá apoiar a criação de comandos para tratamentos mais complexos da manipulação de dados.

Em projetos menores, essa função pode ser exercida pelo analista de sistema, programador, ou ainda, pelo arquiteto de softwares.

Analista de testes

O analista de testes realiza a validação do aplicativo.

Analisa se a fase de codificação cumpriu a solicitação do analista de sistemas e se há algum bug no app.

Gerente de projetos

Cria e acompanha o cronograma do projeto a ser realizado.

É o gerente de projetos que distribui as tarefas de todos os profissionais.

Apesar dessa divisão de atividades, quanto menor o projeto, maior a chance de ter alguns profissionais multitarefas.

Se você chegou até aqui, é sinal que realmente se interessa pelo mundo dos aplicativos. Quer saber mais sobre o assunto? Se a resposta for sim, baixe o nosso e-book e fique por dentro do desenvolvimento de apps.

Mas afinal, quanto custa o desenvolvimento de um aplicativo?

Essa pergunta, aparentemente, é simples.

Entretanto, a sua resposta pode ser um pouco complicada.

Os valores podem variar muito de R$ 4.000,00, R$ 100.000,00, ou até mesmo 1 milhão!

Essa diferença gigantesca ocorre porque existem muitas variáveis no processo de desenvolvimento de aplicativos.

A mão-de-obra é o fator mais básico nessa diferenciação. Como comentamos, há uma distinção muito grande entre a contratação de uma equipe, freelancer, ou empresa de desenvolvimento de aplicativos.

Outro fator relevante é que um app com servidor back-end construído ou APIS integradas varia muito de um aplicativo autônomo.

Então, os custos podem variar drasticamente de acordo com as solicitações do aplicativo.

A maior dificuldade de um desenvolvedor experiente, muitas vezes, não está no desenvolvimento em si. A parte difícil fica em saber quanto cobrar por cada app.

Um aplicativo simples e autônomo pode custar alguns milhares de reais. Porém, se você quiser investir em serviços de back-end, esse valor pode subir muito!

Vamos ver alguns exemplos que podem ilustrar as variações nos preços dos aplicativos:

– Aplicativos que são desenvolvidos por grandes empresas mobile podem custar até US$ 1.000.000,00;

– Apps feitos por empresas um pouco menores podem custar entre US$ 150.000,00 e US$ 450.000,00;

– Já aplicativos criados por empresas pequenas custam até R$ 100.000,00.

Assim, você consegue perceber que existem milhares de pontos a serem analisados na hora de desenvolver um aplicativo.

Essas variáveis influenciam diretamente no preço de um aplicativo pequeno ou de um aplicativo milionário.

Estou pagando caro ou barato pelo aplicativo?

Se você já solicitou um orçamento para desenvolver um aplicativo, essa pergunta provavelmente já deve ter passado pela sua cabeça.

Para te ajudar a construir a resposta para essa pergunta, separamos algumas variáveis muito relevantes.

Estes fatores são básicos e devem ser considerados no momento de avaliar se o preço do aplicativo está justo.

Qualidade

Esse aspecto é imprescindível na hora de saber o custo do app ou de julgar o produto recebido.

Sabemos que, na realidade, todos os aplicativos precisam ter uma ótima qualidade e atender as necessidades dos clientes. Mas na prática isso pode não ocorrer. Muitas vezes é necessário adequar a qualidade ao budget disponível.

Então, precisamos considerar que quanto maior o nível de qualidade do aplicativo, mas caro ele irá custar.

Monetização

Existem algumas formas de monetização dentro dos aplicativos.

O seu app pode ser gratuito e incluir publicidade, pago, ou ter qualquer tipo de negócio que gere vendas no aplicativo.

O aplicativo pago fornece serviços de mensalidades e pacotes. Já o que gera vendas pode ser, por exemplo, um e-commerce.

No caso do e-commerce, o custo para o desenvolvimento pode ser bem elevado. Isso ocorre porque é preciso garantir segurança nas transações realizadas no app.

Design

Devemos ter em mente que o design de um aplicativo interfere na experiência do usuário ao utilizá-lo. Por isso, precisa dar muita atenção a esse aspecto do aplicativo.

Os usuários sempre querem algo que facilite a vida, e não que complique ainda mais.

Então, o design pode influenciar para o sucesso ou fracasso do seu app.

Considere que quanto mais detalhado e personalizado for o design, mais caro o aplicativo ficará.

Integração com Website e Painel Administrativo

É bem comum que o aplicativo tenha integração com websites e painéis administrativos. Esses irão alimentar o conteúdo, processar e fazer a curadoria dos dados do aplicativo.

Se o seu aplicativo contar com essa integração, também terá um acréscimo no preço.

Login e Perfil de Usuário

Alguns apps exigem que o usuário realize um cadastro e login antes de utilizarem as funcionalidades disponíveis.

Esse tipo de função dentro do aplicativo precisa ser considerado na hora de precifica-lo.

Se o seu aplicativo funcionar com login por meio de e-mail ou redes sociais, também sairá mais caro.

Multilíngue, bilíngue ou uma língua

O aplicativo será em inglês e português? Quantos idiomas ele vai suportar?

Se o aplicativo suportar mais de um idioma, terá um processo a mais na hora do desenvolvimento. Além disso, talvez precise de um tradutor ou intérprete. Por isso, o valor do app também irá aumentar.

Esses então, são elementos básicos que você precisa considerar na cotação do seu aplicativo.

Porém, lembre-se que é necessário levar em conta a UX, concepção, desenvolvimento, gestão inicial do projeto, entre outros.

Como calcular o preço de um aplicativo?

Até aqui você pode ver que existem muitas variáveis que influenciam no preço de um aplicativo.

Apesar de ser difícil definir essa precificação, existe uma ferramenta que pode ser sua aliada.

Chamada de Quanto custa criar um Aplicativo, é uma alternativa excelente para auxiliar desenvolvedores e clientes a fazerem os cálculos.

O site é interativo e ajuda você a fazer um cálculo do seu aplicativo, considerando algumas variáveis.

Para usar a ferramenta, é só ir respondendo algumas perguntas referentes ao seu aplicativo. Essas perguntas são baseadas em fatores como os que nós citamos anteriormente.

Essa ferramenta usa como base dados obtidos sobre valores e características de apps desenvolvidos por freelancers, pequenas e grandes empresas.

Utilizando a ferramenta “Quanto custa um Aplicativo”

Realizando testes na ferramenta, você poderá ter noção do quanto as variáveis que nós citamos influenciam no preço do app.

Se considerarmos um aplicativo bem simples, o preço mínimo projetado pelo site é de R$ 4.760,00.

Já se optarmos por detalhes muito específicos o preço aumenta significativamente, chegando até cerca de R$ 100.000,00.

Mas lembre-se: os valores são apenas uma base para calcularmos o preço dos aplicativos. Precisamos levar em conta as particularidades que podem alterar os seus valores.

Além disso, o custo pode variar se você optar por uma equipe, freelancers ou uma empresa de desenvolvimento de aplicativo.

Outro fator que pode alterar o preço do app é o tempo de duração do projeto. Projetos pequenos demoram de 2 a 4 meses para serem finalizados. Já projetos grandes podem durar entre 6 meses e 1 ano.

Assim, nós comprovamos que realmente é difícil saber se você está pagando caro ou barato pelo app.

Caso você tenha conhecimento sobre as plataformas mobile fica mais fácil analisar esses fatores que influenciam na precificação do aplicativo.

O custo do aplicativo vai mais além

Não podemos esquecer que depois de pronto, o aplicativo ainda terá outros custos.

Você precisará gastar com manutenção, evolução e hospedagem em um servidor.

O custo de contratação desses serviços se inicia em torno de R$ 500,00/mês. Mas para apps mais complexos que precisam de servidores mais potentes, o custo aumenta muito. O preço pode variar nesses casos entre R$ 5.000,00 a R$ 30.000,00 por mês.

Vimos então, que existem uma infinidade de variáveis que influenciam o preço dos aplicativos. Por isso, é essencial que você sinta confiança ao contratar os profissionais que irão trabalhar no seu aplicativo.

Se for contratar uma empresa de desenvolvimento de aplicativos, confira seu portfólio de trabalhos. Aqui na MEGA você pode conferir no nosso site diversos cases para se inspirar.