Blog Megaleios

Saiba tudo que acontece no mundo da tecnologia

Novidades do mercado digital, atualizações importantes sobre desenvolvimento de aplicativos, soluções da web e muito mais! Aqui você fica sempre bem informado. Confira os últimos posts publicados no blog da Mega!

Avalie este post

Você sabe quanto vale a sua ideia para aplicativo?

Provavelmente você já teve uma ou várias grandes e maravilhosas ideias. Quem nunca teve, não é mesmo?

E há grandes chances dessas ideias não terem dado certo. Você consegue imaginar qual o motivo para isso acontecer?

Elas, possivelmente, não foram estruturadas e testadas. Por isso, não passaram de um insight.

Para deixar de ser um insight e passar a ter valor, a sua ideia precisa ser executada. É só a partir disso que ela deixa de ter um significado abstrato e se torne existente no mundo real.

Então, se você teve uma ideia interessante para um aplicativo e quer saber o valor financeiro, precisa tirá-la do papel!

Se uma ideia não tem valor algum, uma ideia colocada em prática pode valer muito.

Como colocar em prática a sua ideia para aplicativo?

Encontrar uma ideia viável e inovadora não é uma tarefa fácil.

São várias incertezas que passam pela cabeça. Existem clientes para o meu aplicativo? O modelo é lucrativo? Conseguirei executar o meu projeto?

Para sanar essas dúvidas, a sua ideia de app precisa ser testada. O primeiro passo para esse teste é a elaboração de um plano de negócios para o aplicativo.

Dessa forma você conseguirá definir os pontos fortes e fracos, as oportunidades e os motivos que confirmam que a ideia é válida.

A partir do plano de negócios você poderá também analisar os possíveis segmentos de mercado e as propostas de valor. Ou ainda, os investimentos e lucros do seu aplicativo.

5 perguntas para iniciar um plano para o app

Para evitar frustrações, é necessário que inicie o planejamento do seu app com 5 perguntas básicas:

1 – Como será o aplicativo?

Lembre-se que é muito importante a definição das características básicas e as suas perspectivas com relação ao novo app.

Comece então, elaborando uma descrição de como será o aplicativo e proponha um prazo de entrega para os clientes.

Nessa etapa você não pode esquecer de que existem milhões de aplicativos disponíveis.

Pense muito bem antes de delimitar a sua ideia.

Identifique o que a torna única e original.

2 – A ideia se encaixa às necessidades de mercado?

Criar um app só porque você acha a ideia legal, pode não ser um bom caminho.

Você pode pensar que ela é inovadora, mas depois pode descobrir que o mercado que pretende atender já está saturado.

É muito importante que você ofereça aos consumidores algo muito relevante. Ou então, será ignorado.

Aproveite esse momento para compartilhar a sua ideia com pessoas mais próximas. Assim, conseguirá ver se a sua ideia para aplicativo realmente é interessante.

Identifique também a melhor oportunidade de mercado para lança-lo e de que maneira fará a sua inserção.

3 – Qual é o público-alvo do aplicativo?

Além de entender a realidade do mercado, você precisa saber qual público pretende atingir.

Antes de criar o app, pense em como seria o seu usuário ideal. Conhecer esse público-alvo permitirá que você tome as melhores decisões estratégicas.

Assim, o trabalho ficará muito mais simples e você poderá criar o aplicativo com critérios específicos.

4 – O meu time está preparado?

É preciso pensar em outro fator essencial para uma ideia ter sucesso: ter um time excelente.

Esse time pode envolver um número grande de profissionais. Você vai precisar de designer, analista de sistemas, desenvolvedor, gerente de projetos, entre outros.

Por isso, fica um pouco mais difícil garantir que a sua equipe está trabalhando da melhor maneira possível.

Mas não esqueça que todos precisam estar sempre motivados, organizados e possuir ferramentas certas para tirar a ideia do papel.

5 – Quem são os meus concorrentes?

A concorrência está presente em todos os segmentos de mercado.

Por isso, pode ser um excelente parâmetro de definição dos diferenciais que o seu app terá.

Um estudo dos seus concorrentes auxiliará no desenvolvimento do seu plano de aplicativo. Assim, estará ainda mais preparado para se destacar no mercado.

Mas não pense que a ideia é imitar aplicativos de sucesso já existentes.

Você só precisará compreender a direção geral do mercado e as necessidades dos clientes.

Gostou do nosso texto até aqui? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e fique por dentro do mundo dos aplicativos!

Chegou a hora dos investidores

Agora é necessário pensar no investimento financeiro.

A necessidade ou não de um financiamento varia de acordo com o tipo de aplicativo que será criado. Além disso, depende da sua condição pessoal.

Para que os custos não sejam um obstáculo, você não pode deixar de ter uma estimativa dos custos logo no início.

Pense nos tipos de aplicativos e suas necessidades

Os apps de produtividade, redes sociais ou jogos podem precisar de armazenamento em nuvem.

Aplicativos com base em localização talvez necessitem de taxas de licenciamento de mapas.

Outra necessidade específica pode aparecer para aqueles apps que acessam softwares próprios, como mecanismos de desenvolvimento para jogos. Esse tipo de aplicativo pode incorrer em taxas de licenciamento.

Já se você optar por desenvolver um app muito avançado com trabalho contínuo, precisará recrutar desenvolvedores a longo prazo.

Você ainda precisa considerar os custos de hardware. Convém se equipar com dispositivos para as plataformas para que consiga realizar testes.

O que considerar na hora de conseguir um investidor?

Se você analisou os custos e percebeu que precisará de um financiamento, terá que ir em busca de investidores.

Porém, antes de conseguir um investidor, você precisa ter um precisa ter o plano de negócios bem definido. Ou seja, a sua ideia para aplicativo precisa estar bem estruturada.

Se você apresentar um plano com pontos fortes e fracos, monetização e desafios previstos, fica mais fácil vender sua ideia.

Outra dica para procurar um investidor, é estar bem informado sobre o mercado atual e seus dados estatísticos.

Tipos de investidores

Depois de estar preparado para procurar um investidor, você pode se deparar com as seguintes opções:

  1. Investidores anjo: são pessoas físicas que fazem pequenos aportes em negócios inovadores. Costumam ser do ramo empresarial. O foco nesses casos é uma pessoa com bom conhecimento de mercado e visão estratégica.
  2. Venda de participação: pode ocorrer de várias formas. Escolha a melhor opção para a sua ideia. Mas não esqueça que a divisão do patrimônio líquido deve ser conservada desde o início da parceria.
  3. Aceleradoras: nesses casos, é necessário encontrar uma que se adeque ao mercado que você pretende entrar. Assim, poderá montar um sistema de financiamento e participação adequado para ambas as partes envolvidas.

Com o dinheiro na mão, chegou o momento de decidir a empresa que desenvolverá o seu aplicativo.

Como saber o valor da implementação da sua ideia para aplicativo?

Até aqui, você já sabe que uma ideia somente no papel, é um insight. E isso significa que ela não tem valor.

Agora vamos pensar nos pontos importantes para avaliar uma ideia em processo de implantação.

Confira alguns critérios que provavelmente serão avaliados na hora de saber quanto vale a o desenvolvimento da sua ideia:

  1. A equipe: esse é o primeiro critério a ser avaliado. Quem quer investir em um aplicativo vai avaliar se o time de desenvolvimento consegue atender as exigências do mercado. Por isso, você precisa de uma ótima equipe.
  2. O mercado: como comentamos, o mercado é muito relevante para o sucesso da sua ideia. Grande parte da avaliação das ideias se relaciona com a quantidade de pessoas que ela pode ajudar. Ou seja, quanto mais gente a sua ideia ajudar, mais valor ela terá.
  3. O poder de operação: às vezes a sua ideia é interessante, mas ela pode demorar, custar caro ou ser muito complexa. Isso é um ponto muito avaliado no momento de dar valor à solução proposta. Então, pense em uma ideia ótima, que seja possível desenvolver. Além disso, um fator que também influencia no valor da sua ideia é o potencial de crescimento do seu projeto.
  4. O diferencial: qual o diferencial do app que você está propondo? Talvez seja um processo mais adequado, ou um serviço especial agregado. Pode ser também uma solução totalmente nova. O mais importante é lembrar que quanto mais original for a sua proposta, mais valor ela terá.
  5. Os canais: eles são as suas conexões. Pense em quem influencia diretamente no valor da sua ideia. Ou ainda, quem pode fazer a sua ideia fluir. No começo de um negócio, o networking é, muitas vezes, o passo inicial para que a ideia saia do papel.

O que você tem a oferecer?

Lembre-se que antes de você pedir um investimento, precisa ter algo para oferecer.

Compreender isso, é o primeiro passo para começar a investir esforços no desenvolvimento de uma ideia.

Faça algumas perguntas a você mesmo:

  • O que minha ideia já tem pensando nos fatores que foram citados até aqui?
  • O quanto eu tenho a oferecer para as pessoas?

Se a resposta for “não tenho quase nada”, não se preocupe!

É melhor ter conhecimento disso e começar a mudar, do que permanecer se enganando. E o pior: sem entender porque as suas propostas não estão dando certo.

Escolha da empresa desenvolvedora

Além da sua ideia para aplicativo ser relevante e você possuir bons investidores, os usuários precisam ter uma boa experiência.

Por isso, é imprescindível que sejam tomados diversos cuidados na hora de desenvolver o app. Isto é, você precisa escolher muito bem a empresa desenvolvedora do seu aplicativo.

Comece buscando referências da empresa e o histórico dela no mercado. Saiba também quem faz parte do time que irá transformar a sua ideia em realidade.

Aqui no site da MEGA, por exemplo, você pode conhecer o nosso DNA e o que nós pretendemos oferecer para você!

Você ainda pode seguir essas dicas rápidas:

  • Procure saber quais aplicativos a empresa já desenvolveu. Quer saber quais são os cases da MEGA? É só acessar o nosso site e ficar por dentro das propostas. Você pode conferir aqui também dois cases em que nós trabalhamos juntos para transformar digitalmente as empresas.
  • Não tenha medo de perguntar. Provavelmente surgirão várias dúvidas, ainda mais se você não for um especialista. Então, procure sanar todos os seus questionamentos para que tudo ocorra da melhor maneira possível.

Quanto vale uma ideia para aplicativo implementada?

Nesse momento você já possui todas as ferramentas para tirar do papel a sua ideia.

Como comentamos no início, uma ideia não vale nada.

Entretanto, uma ideia implementada pode valer muito.

Existem infinitas possibilidades de ganhos financeiros com os aplicativos. Até mesmo nos apps gratuitos, como comentamos aqui no Blog da MEGA.

Você pode receber pelos downloads feitos nas lojas de aplicativos. Ou ainda, pode aguardar que o seu app cresça para vende-lo para outra empresa.

Também pode ter ganhos criando uma ferramenta que facilite o cotidiano de uma empresa, por exemplo. Se você for o dono da organização, pode ganhar com o aumento da produtividade dos colaboradores.

Procure a MEGA para desenvolver a sua ideia para aplicativo

Se você chegou até aqui lendo esse texto, sabemos que realmente está interessado em desenvolver a sua ideia para aplicativo!

Agora você já sabe quais são as etapas para tirá-la do papel e como avaliar quanto vale a sua ideia.

Que tal então agendar um horário aqui na MEGA para conversarmos sobre a sua proposta de app? Se você ainda tem algumas dúvidas com relação à definição da sua ideia, não se preocupe, nós podemos te ajudar!

Vamos juntos desenvolver os melhores caminhos para dar vida a sua ideia!

No nosso site você encontra informações para entrar em contato conosco. Você também pode acompanhar o nosso Blog e ficar por dentro dos temas mais comentados sobre o desenvolvimento de apps.