Blog Megaleios

Saiba tudo que acontece no mundo da tecnologia

Novidades do mercado digital, atualizações importantes sobre desenvolvimento de aplicativos, soluções da web e muito mais! Aqui você fica sempre bem informado. Confira os últimos posts publicados no blog da Mega!

Avalie este post

A escolha da tecnologia utilizada em um projeto pode uma das etapas mais difíceis. No caso do desenvolvimento de apps, provavelmente você vai ficar em dúvida entre WebApp, app híbrido ou app nativo.

Já comentamos aqui no Blog da MEGA sobre as diferenças entre um app híbrido e um nativo.

Mas você sabe o que é o WebApp?

No post de hoje, você vai conhecer sobre o WebApp e saber quais são as diferenças entre as três tecnologias.

O que é um WebApp?

Antes de compreender o conceito de WebApp nós precisamos conhecer as diferenças básicas entre essa tecnologia, os sites responsivos e os apps híbridos e nativos.

Primeiro, vamos entender o funcionamento de um site responsivo.

Site responsivo

Esse tipo de site se adapta automaticamente aos diferentes tipos de tela.

Ao acessá-lo por meio de um dispositivo móvel, o conteúdo do site é reorganizado para o tamanho da tela.

O site responsivo é como uma versão do site original para dispositivos móveis, mas tem o diferencial de que não há alteração de conteúdo.

Isto é, o mesmo conteúdo que já está programado para sua página só será reajustado.

A principal vantagem desse sistema é que não ocorre a perda de conteúdo. Afinal, os arquivos, fotos e anexos do site original vão permanecer.

É corriqueiro que as pessoas imaginem que se o site roda no celular, ele é responsivo. Porém, todos os sites funcionam nos smartphones, porque se trata de um browser. Ou seja, mesmo abrindo no celular, talvez não seja responsivo.

Nesses casos, a experiência do usuário se torna ruim. O que pode leva-lo a desistir de navegar no site.

Com a desistência, a conversão não é atingida.

Como identificar um site responsivo?

Você pode identificar um site responsivo de duas formas.

Abra o site em um smartphone ou reduza o navegador na horizontal.

Se o layout se adaptar ao novo formato, sem você precisar rolar o site para o lado, significa que ele é responsivo.

O que é um aplicativo?

Chegou o momento de relembrarmos o que é um aplicativo, para depois entendermos o significado de WebApp.

Diferentemente de um site, o aplicativo pode ser instalado no celular ou no tablet. Além disso, o usuário pode acessá-lo sem o navegador da internet.

O app também é desenvolvido para ser usado da forma que a empresa planejou, tornando mais fácil o direcionamento dos clientes para as ações comerciais.

Resumidamente, o aplicativo é um software que funciona com um conjunto de ferramentas. Essas são desenhadas para realizarem tarefas específicas no seu dispositivo.

Cada um dos apps disponíveis no mercado exigem uma programação e um layout diferentes.

Aplicativo nativo

Os aplicativos nativos são aqueles desenvolvidos focados exclusivamente nos sistemas operacionais. Os principais sistemas operacionais da atualidade são o Android e o iOS. Falando de outra forma, os nativos são os aplicativos desenvolvidos para uma plataforma específica.

Como seu desenvolvimento é focado em uma única plataforma, os apps são capazes de executar todas as funcionalidades dessa plataforma.

Além disso, os aplicativos nativos conseguem acessar todo o potencial do dispositivo, como câmera, álbum de fotos, GPS e outros.

Considerando que cada uma das plataformas possui linguagem própria, o aplicativo deve ser desenvolvido para compatibilizar com ela. Mas não é só isso. É necessário se adequar também as ferramentas e interfaces de cada plataforma.

Como o desenvolvimento dos nativos é feito com base em uma plataforma, eles se tornam mais eficientes que os outros. Com eficientes, queremos dizer que esse tipo de aplicativo se torna mais rápido e confiável.

Com isso, o app nativo pode proporcionar melhor experiência para os usuários. Isso acontece porque eles conseguem fazer uso de mais funções do dispositivo como a câmera, GPS, etc.

Mais um aspecto importante que torna os aplicativos nativos mais propensos a impactar positivamente na experiência dos usuários é a possibilidade de contar com as notificações push. Através dessas notificações é possível garantir acesso frequente do usuário, o que eleva o engajamento aumentando as chances de sucesso.

Outra vantagem bastante funcional dos aplicativos nativos é a possibilidade de utilizá-lo sem conexão com a internet. Assim a frequência de utilização do mesmo aumenta o que impacta diretamente no rankemaneto do aplicativo.

Porém, mesmo com tantas vantagens os aplicativos nativos contam com algumas exigências na hora do seu desenvolvimento.

Em primeiro lugar, os apps nativos devem respeitar o padrão de design e de linguagem da plataforma. Por esses motivos são aplicações móveis que tem maiores custos de desenvolvimento.

Aplicativo híbrido

Os aplicativos híbridos são aqueles apps móveis que são construídos de forma alternativos aos nativos.

Mas o que isso quer dizer?

Isso indica que, diferente dos nativos, os híbridos são construídos fazendo uma junção de linguagens.

De forma geral, os aplicativos híbridos podem ser construídos com base em diferentes linguagens. As principais são HTML, CSS e JavaScript.

Em relação aos nativos são mais simples e mais rápidos de se desenvolver.

Como dito acima, o uso de mais linguagens faz do aplicativo híbrido dois formatos diferentes, o web e o nativo.

Com essa característica, são aplicativos que podem utilizar recursos tanto da internet quanto do dispositivo.

Além disso, os híbridos podem ser executados em diferentes plataformas como a Android e iOS. Assim, não é necessário que sejam desenvolvidos apps diferentes para serem compatíveis com cada uma das plataformas.

Embora ofereçam maiores facilidades pela sua execução em diferentes plataformas, os aplicativos híbridos possuem uma restrição.

Para usar as funcionalidades do celular é necessária a utilização de um framework funcionando como intermediário. O que facilita essa questão é a existência de vários frameworks disponíveis para ajudar no desenvolvimento do híbrido.

A principal vantagem oferecida pelos aplicativos híbridos é que eles podem exercer funcionalidades semelhantes aos nativos. E mais do que oferecer funcionalidades semelhantes, essa modalidade de app conta com custos mais baixos.

Além disso, outro ponto positivo dos híbridos é a possibilidade de utilização em qualquer plataforma.

Assim como os nativos, mais uma vantagem é a possibilidade de download dos apps diretamente pelas stores.

Por fim, um ponto positivo dos híbridos é o menor custo relacionado à sua manutenção nas lojas de app.

Já as desvantagens relacionadas ao desenvolvimento de aplicativos híbridos são duas. A primeira delas é um desempenho e uma usabilidade inferiores as alcançadas pelos aplicativos nativos. A segunda desvantagem é um design mais restrito.

Está gostando desse conteúdo? Se a resposta for sim e você quiser saber mais sobre o mundo mobile, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Finalmente, o que é o WebApp?

Neste momento você já conhece o conceito de site responsivo, app híbrido e nativo.

Agora conseguirá entender com mais facilidade o que é o WebApp.

O WebApp nada mais é do que uma página na internet, que pode ser acessada como qualquer outro site. Ele é desenvolvido normalmente em HTML5 e é acessado por um navegador, funcionando de maneira responsiva.

Esse software roda completamente no seu navegador, como Chrome, Safari, etc., e funciona de forma muito semelhante aos apps comuns.

É possível criar um ícone do site na tela do dispositivo móvel para que seja acessado diretamente.

Todavia, existem algumas limitações nessa tecnologia se comparado às outras apresentadas.

Diferente dos apps híbridos e nativos, o WebApp não utiliza as funções do dispositivo como GPS e câmera.

Além disso, ele não utiliza a memória do smartphone, já que a visualização é por uma URL e não necessita de download. Por esse motivo, só pode ser acessado se tiver conexão com internet.

Vantagens do WebApp

A grande vantagem do WebApp é que ele se aproxima da experiência de uso de um app nativo. Entretanto, com um custo de desenvolvimento muito menor.

Se comparado com os sites responsivos, também possui vantagens. Por ser projetado considerando os dispositivos móveis, há mais melhorias na interface do usuário.

Outro ponto importante é que o WebApp é, por natureza, multiplataforma. Afinal, está inteiramente hospedado online e pode ser acessado por qualquer smartphone.

Tudo isso acaba reduzindo os custos de desenvolvimento, já que o mesmo código poderá ser utilizado para o iOS, Android e outras plataformas menos conhecidas.

Progressive WebApp

Alguns acreditavam que o WebApp logo sairia de uso.

Porém, uma pesquisa da Gartner demonstrou totalmente o contrário.

Vemos agora o surgimento da era do WebApp Progressivo!

O Progressive WebApp (PWA) garante uma experiência instalável ao usuário. Essa experiência é muito parecida com a de um aplicativo.

Esse tipo de app é rápido e confiável, por isso vem ganhando espaço no mundo dos aplicativos da web.

  • Rápido e confiável

Os usuários buscam, cada vez mais, experiências na web rápidas.

Por esse motivo um Progressive WebApp precisa rápido e fornecer uma experiência interativa em até 5 segundos.

Além disso, é preciso que ele seja confiável.

Pense assim: o primeiro uso de um app nativo é meio frustrante. Ele está em uma loja de aplicativos e possui um download enorme. Porém, quando o usuário chega ao ponto do app estar instalado, esse “custo” inicial é apagado. Da mesma maneira, um app da web progressivo precisa fornecer esse desempenho confiável.

  • Instalável

Os Progressive WebApps podem ser executados em uma aba do navegador, assim como podem ser instalados.

Um WepApp progressivo instalado pode parecer e se comportar como qualquer outro app.

Ele é iniciado no mesmo local que os outros aplicativos. É executado como um app e abre em uma janela de aplicativos, sem a barra de endereços.

Lembre-se que os usuários que instalam um PWA buscam que o app funcione independentemente da conexão de rede que utilizem.

Essa é uma expectativa básica que deve ser alcançada.

  • Mobile e desktop

Os PWA também devem funcionar com técnicas de design responsivo.

Ou seja, tanto na área de trabalho móvel, quanto no desktop, o PWA precisa funcionar da mesma maneira.

Como o WebApp pode te ajudar?

Quando o seu objetivo é mostrar uma presença online no universo mobile, o WebApp é uma ótima escolha. Isso devido a simplicidade de programação e adaptabilidade às diversas plataformas.

E agora? Qual a melhor opção para o seu negócio?

Cada uma das tecnologias que apresentamos atende a um requisito distinto.

Além disso, elas dependem dos clientes e de suas necessidades.

Uma dica para decidir qual a melhor opção é se questionar sobre alguns pontos:

  • Você quer dar mais credibilidade à sua empresa?
  • O app é uma extensão do seu negócio?
  • O seu aplicativo deve funcionar off-line?
  • Como precisa ser a questão de segurança?
  • Você precisará utilizar vários recursos dos aparelhos em que os app irão rodar?

A partir destas reflexões iniciais você conseguirá ter uma noção melhor de qual a tecnologia ideal para o seu negócio!

Agora que já sabe as diferenças básicas entre as opções, chegou a hora de escolher o melhor para você!

Quem pode te ajudar com isso?

Sabemos que é difícil encontrar a empresa perfeita para tirar a sua ideia do papel.

Se você está à procura de uma empresa para apresentar a sua ideia de aplicativo, conheça o portfólio da MEGA.

Nós podemos te auxiliar nesse processo de desenvolvimento, mostrando novos caminhos e ideias!

A Megaleios é uma empresa de desenvolvimento de aplicativos jovem, apaixonada por tecnologia e outras soluções de tecnologia web e mobile.

Contamos com profissionais com grande conhecimento técnico e antenados com as principais novidades e mudanças do mundo digital.

Desta maneira, sempre olhando para a frente, a MEGA busca transformar a sua ideia de ter um aplicativo, game ou site, em um negócio de sucesso!