Blog Megaleios

Saiba tudo que acontece no mundo da tecnologia

Novidades do mercado digital, atualizações importantes sobre desenvolvimento de aplicativos, soluções da web e muito mais! Aqui você fica sempre bem informado. Confira os últimos posts publicados no blog da Mega!

Avalie este post

Você com certeza conhece e utiliza pelo menos um aplicativo de serviços, não é mesmo? Seja de transporte, serviços bancários, entrega de comida, esse tipo de app encontra-se bem posicionado no mercado.

Imagine o seguinte cenário: você está na casa de uns amigos conversando e se divertindo. Quando anoitece está todo mundo cansado e com muita preguiça para fazer o jantar. O que vocês fazem? Temos certeza que há grandes chances de vocês abrirem um app no celular e pedirem um delivery.

Essa situação demonstra como esse tipo de aplicativo de prestação de serviços está ganhando cada vez mais espaço.

Um dos aplicativos que tem um grande destaque nesse segmento é a Rappi!

Conheça nesse artigo como funciona esse app e como você pode criar um semelhante.

O que é a Rappi?

O aplicativo de serviços colombiano Rappi foi criado em 2015 com o objetivo de entregar diferentes produtos.

Esse app permite que você realize compras em diversos lugares e receba onde quiser.

A prova de que a Rappi deu muito certo é que a startup recebeu um aporte de US$ 1 bilhão do grupo japonês SoftBank. Esse investimento aumentou o valor da empresa para US$ 1,4 bilhão.

Além disso, a Rappi tem crescido muito no Brasil. Dados indicam que desde janeiro de 2018 há um crescimento de 30% no país.

O grande diferencial do aplicativo que faz se destacar tanto é que ele entrega “qualquer coisa”.

Como funciona esse aplicativo de serviços?

Você deve estar se perguntando: como assim, a Rappi entrega qualquer coisa?

É isso mesmo! Pelo app você pode solicitar desde delivery de dinheiro, até buscar algo que você esqueceu em casa.

As opções disponíveis são Restaurantes, Cash, Qualquer coisa, Lojas e Entregas, que você pode pedir em qualquer lugar e em qualquer momento.

Sua estrutura é bem parecida com a de um “marketplace” e de um aplicativo tipo Uber.

No marketplace outras marcas podem vender seus produtos. Já nos serviços tipo Uber há a união dos motoristas com os clientes. A junção desses dois aspectos é que faz da Rappi um grande sucesso.

O serviço funciona com três aplicativos. O primeiro é o marketplace. O segundo é o app para os entregadores. O terceiro é um dashboard para o administrativo.

Há também uma versão web para fazer os pedidos direto no navegador.

Para você entender totalmente como funciona esse aplicativo de serviços, vamos pensar em alguns exemplos.

– Acabou o detergente e você está sem tempo para ir no supermercado. É só entrar no aplicativo e comprar o que estiver precisando. A Rappi tem parceria com diversos supermercados e pode entregar tudo na sua casa.

– Você se reuniu com os amigos em casa e acabou a bebida? Você pode conferir no app as parcerias com distribuidoras de bebidas e pedir na hora uma entrega.

– E se você acordar de madrugada com aquela enxaqueca? É só pegar o celular e pedir um remédio pela Rappi.

Viu só como realmente o aplicativo entrega qualquer coisa?

E esse é o ponto chave do grande destaque desse app. Dentro de um mesmo app o usuário pode comprar e receber onde quiser comidas prontas, remédios, etc. Você pode até mesmo pedir que entreguem algo que você esqueceu em casa, e o que mais precisar.

Mais alguns diferenciais

Outro ponto de destaque do aplicativo é a categoria “Qualquer coisa”.

Através dela você consegue pedir algo muito peculiar que não tem no aplicativo, como uma ferramenta para consertar algo.

Ao selecionar essa opção você pode especificar exatamente o que precisa e em qual loja quer que seja comprado.

Além disso, as formas de pagamento são um diferencial. Você consegue pagar pelos meios mais comuns, como cartão e dinheiro. Mas também pode pagar por PayPal ou pelo cartão pré-pago da própria Rappi.

É possível ainda dividir o pagamento em partes iguais para você fazer a partilha da pizza com a galera.

Outro serviço interessante da Rappi é o RappiCash. É um delivery de dinheiro que entrega a quantidade de dinheiro em espécie que você está precisando. Então, se você não consegue parar o que está fazendo para ir no caixa eletrônico, é só solicitar pelo app.

O grande benefício, além da praticidade, é que acaba saindo mais barato que muitos fretes, que pagar estacionamento, que o chamar o motoboy.

A plataforma

A plataforma da Rappi funciona de maneira semelhante à de outros apps de delivery.

Ela lista todos os estabelecimentos de acordo com a geolocalização. Assim, os usuários escolhem os estabelecimentos mais próximos.

Cada um dos estabelecimentos pode criar suas regras de entrega e definir as taxas.

Além disso, é possível acompanhar a entrega em tempo real pelo serviço de GPS.

Dentro dessa plataforma existem três partes envolvidas:

Usuários

São as pessoas que fazem os pedidos por meio do aplicativo.

Os usuários, além da lista de produtos, têm acesso a links de promoções e compartilhamento de cupons de desconto.

Dentro da Rappi são o foco do serviço. Por isso, o objetivo do app é proporcionar aos usuários muita comodidade.

Estabelecimentos

Os estabelecimentos que fornecem os produtos cadastram os itens disponíveis, definindo o preço e as condições de entrega.

Quando recebem as solicitações, ficam responsáveis pelo preparo dos produtos para os profissionais recolham para a entrega.

Rappi do seu jeito

O Rappi do seu jeito é um novo formato de parcerias com os estabelecimentos.

É mais um canal de vendas para que os varejistas aumentam a rentabilidade do negócio.

Ele funciona como um marketplace. O usuário faz o pedido no aplicativo e o própria frota do restaurante realiza a entrega.

Assim, os estabelecimentos podem fazer a entrega da maneira que preferirem com a frota que já possuem.

Esse formato pode ser ótimo para os locais que já têm uma estrutura de delivery. Com ele, os estabelecimentos podem ajustar o tempo de entrega de acordo com a demanda e flexibilizar o negócio.

Profissionais

Os profissionais são aqueles responsáveis pela entrega dos produtos.

Eles podem se cadastrar dentro da própria plataforma da Rappi. Após passarem por uma avaliação podem iniciar o delivery, que pode ser feito por carros, motos ou bicicletas.

Após verificarem que o produto está pronto no estabelecimento, os profissionais se locomovem até o local e recolhem os pedidos.

Esses profissionais precisam utilizar dispositivos com GPS, porque os clientes podem acompanhar o trajeto.

Além do serviço comum de entregas, existem os funcionários que são compradores profissionais de supermercado. Os personal shopers. Eles enviam fotos e informações para que o cliente escolha o que quer comprar. Esse serviço é um extra, que você não paga mais para utilizar.

Como as entregas funcionam?

O usuário seleciona no app o produto que deseja e a plataforma localiza o profissional mais próximo para atendê-lo.

Quem aceitar a corrida fica responsável pelo serviço de entrega.

Durante todo o processo os usuários podem acompanhar a entrega em tempo real.

Além disso, podem falar direto com o entregador através do chat.

Se você se interessa realmente pelo mundo dos aplicativos, não deixe de assinar a nossa newsletter para ficar por dentro das novidades!

Onde a Rappi está disponível?

Esse aplicativo de serviços já está disponível em mais de quinze cidades brasileiras. Dentre elas estão nove das principais capitais do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Recife, Florianópolis, Goiânia e Natal.

Além disso é possível utilizar o app em cidades como Campinas, Ribeirão Preto, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Caruaru e Juiz de Fora.

Como a startup está em constante crescimento, ela chega a novas cidades quase todo mês. Então vale a pena conferir se já está disponível na sua cidade através do site da empresa.

Concorrentes

Apesar de ter o grande diferencial de entregar “qualquer coisa”, a empresa possui como os principais concorrentes o iFood e Uber Eats.

Isso se explica pelo fato da Rappi também ser um serviço de entrega de comida.

O diferencial nesse ponto é que você consegue pedir pela Rappi até mesmo comida daquele restaurante que não entrega no seu bairro.

Mas como fazer um aplicativo de serviços tipo Rappi?

Esse tipo de aplicativo de serviços é considerado como um aplicativo sob-demada.

Como comentamos, tem o funcionamento bem similar a aplicativos tipo Uber.

Nos dois casos é preciso que tenha dois apps. Um deles para os pedidos, voltado para os usuários e outro feito para os entregadores.

Principais recursos para o app de pedidos

O aplicativo onde serão feitos os pedidos precisa de alguns recursos específicos. Confira alguns deles:

  1. Marketplace: o espaço onde serão vendidos os produtos das lojas e marcas parceiras.
  2. Sessão para “Qualquer coisa”: nessa sessão será possível pedir qualquer produto ou restaurante que desejar.
  3. Sessão para entregas urgentes: para que os usuários possam enviar encomendas, buscar algo esqueceram, entre outros.
  4. Calculadora de tarifas: com o objetivo de saber quanto sairá cada pedido.
  5. Mensagens: é preciso disponibilizar um canal de comunicação com o entregador. Pode ser por sms, no próprio app ou por e-mail.
  6. Geolocalização: para o usuário acompanhar o pedido em tempo real.
  7. Gateway de pagamentos: sistema de pagamentos no próprio aplicativo. Isso facilitará muito as transações.
  8. Sessão para avaliação: é muito relevante que os usuários avaliem os entregadores. Assim, o administrador consegue ter um controle maior da frota.

Principais recursos para o app de entregadores

  1. Recibos eletrônicos automáticos: área para gerar os recibos de cada entrega realizada.
  2. Geolocalização: para informar onde deve buscar o produto e onde precisa entregar.
  3. Mensagens: é preciso disponibilizar um canal de comunicação com o usuário. Pode ser por sms, no próprio app ou por e-mail.
  4. Cálculo de tarifas: para permitir o acesso ao cálculo do preço da entrega.

Dashboard administrativo

Além desses recursos, o dashboard administrativo precisa ter:

  1. Gerenciamento de reclamações.
  2. Gerenciamento de receita.
  3. Sistema de rastreamento de veículos (GPS).
  4. Hora de chegada e partida dos entregadores.
  5. Cobranças e estornos.
  6. Comissão dos entregadores.

Aproveite a oportunidade que está surgindo

Como foi falado no começo do artigo, o mercado de aplicativo de serviços está em expansão.

Por enquanto, os apps como Rappi e Uber estão operando em grandes cidades.

Além disso, as parcerias feitas com esses aplicativos são de marcas de grande porte.

Ou seja, por que não utilizar isso a seu favor e desenvolver um app que atenda as marcas locais?

Conte com a MEGA para desenvolver o seu aplicativo de serviços

Agora você já sabe a grande relevância dos apps de serviços no mercado, não é mesmo?

Então, que tal criar também um aplicativo de serviços que entrega tudo?

A construção dessas plataformas não é tão complicada e pode ser uma aposta de negócio certeira.

Mas lembre-se que para criar um aplicativo de sucesso, é preciso contar com os melhores desenvolvedores.

A MEGA conta com profissionais extremamente capacitados para criarem a melhor plataforma para você!

Somos uma empresa de tecnologia especialista no desenvolvimento de apps. Durante o processo de desenvolvimento do app oferecemos aos nossos clientes acompanhamento em todos os processos.

Aqui na MEGA nos preocupamos em garantir que seu app consiga alcançar o sucesso! Conheça já nosso portfólio de apps desenvolvidos e entre em contato com a gente!