Blog Megaleios

Saiba tudo que acontece no mundo da tecnologia

Novidades do mercado digital, atualizações importantes sobre desenvolvimento de aplicativos, soluções da web e muito mais! Aqui você fica sempre bem informado. Confira os últimos posts publicados no blog da Mega!

Avalie este post

Os aplicativos estão cada vez mais presentes no nosso dia-a-dia. Se antes eles serviam apenas para jogos e entretenimento, atualmente podem desempenhar as mais diversas funções. O grande alcance que eles obtiveram também pode ser relacionado com o fato de que cada vez mais aplicativos gratuitos são lançados.

Com tamanha facilidade nós acessamos diversos aplicativos diariamente, seja para ouvir música, assistir vídeos, tirar e postar fotos, nos comunicar. Entretanto, ainda que sejam disponibilizados como aplicativos gratuitos, o processo de criação deles pode ser bastante custoso.

Daí surge a dúvida: como os aplicativos gratuitos fazem para ganhar dinheiro?

Na verdade 99% dos aplicativos gratuitos são feitos para ganhar dinheiro. Estima-se que exista apenas 1% de apps que são considerados MVPs. Esse tipo de app busca apenas oferecer sua principal funcionalidade e só buscam validar suas hipóteses. Mesmo ainda que sejam aplicativos gratuitos no início, não significa que nunca irão monetizar de alguma forma.

Bom, para entender melhor sobre as formas de monetizar um aplicativo gratuito, vamos entender um pouco melhor sobre o universo dos apps e como são oferecidos aos usuários. E para começar vamos falar um pouco mãos sobre os aplicativos pagos e seu funcionamento.

Entendendo os aplicativos pagos

A principal forma para ganhar dinheiro com aplicativos é cobrar para que os usuários tenham acesso ao app. Essa cobrança pode feita para efetuar o download do app ou para ter acesso ao conteúdo.

Para que os aplicativos gratuitos tenham sucesso é essencial que o aplicativo oferecido seja de alta qualidade. Isso acontece porque os usuários pagarão por um aplicativo se o mesmo oferecer vantagens e utilidades diferentes dos demais.

Nos aplicativos pagos normalmente é recomendado que sejam cobrados os downloads por apps que não possuem muita concorrência ou que ofereçam conteúdos complexos. Por esse motivo os aplicativos pagos devem ser desenvolvidos buscando nichos específicos de usuários, que estejam dispostos a pagar.

Os jogos são exemplos de aplicativos pagos que ainda assim contam com grande demanda dos usuários. O que acontece é que, no universo dos games, os usuários aceitam pagar pelos jogos que oferecem melhores produções

Deve-se estar atento também ao valor cobrado pelas lojas virtuais quando o assunto é aplicativo pago. Essa preocupação é importante pois uma porcentagem do valor cobrado pelo aplicativo ficará retida pela plataforma. Ou seja, no valor cobrado do usuário, já deve estar adicionado o valor que será descontado pelo app store.

E os aplicativos gratuitos, como fazem para ganhar dinheiro?

Em termos gerias, podemos dizer que os aplicativos gratuitos possuem duas formas de ganhar dinheiro. A primeira delas seriam as propagandas. Nesse tipo de monetização o usuário faz o download gratuitamente e são apresentadas as ele propagandas durante o uso do app.

Outra forma de ganhar dinheiro com aplicativos gratuitos é apostar nas vendas dentro do aplicativo.  Uma compra no aplicativo oferece aos usuários recursos extras e opções adicionais.  Vamos entender melhor essas formas de monetizar os aplicativos gratuitos.

  • Aplicativos gratuitos com a presença de anúncios

Quando um aplicativo cobra para que seja feito seu download, é natural que ocorra uma redução considerável nas suas taxas de conversão. Desta forma, uma opção possível é disponibilizar o app gratuitamente, mas com anúncios. Assim, é possível obter rendimentos através de anúncios que serão exibidos.

Através desta estratégia é possível aumentar consideravelmente a base de usuários e ganhar dinheiro com aplicativos com publicidade direcionada. A vantagem desse tipo de publicidade é a possibilidade de garantir que os anúncios exibidos serão compatíveis com o perfil dos usuários que fazem uso de determinado aplicativo.

Os valores ganhos para realizar a exibição desses anúncios podem variar, já que são definidos por lances dos anunciantes. Quanto maior for a concorrência para anunciar em um aplicativo, mais dinheiro se ganha com aplicativo.

A vinculação de propagandas aos apps pode ser feita usando ferramentas próprias para tal, como o Google AdMob e a Rede de Públicos do Facebook. Entenda como funciona cada uma delas.

Google AdMob

O Google AdMob funciona como uma plataforma que cria e distribui anúncios em aplicativos ou em uma rede de aplicativos. Em outras palavras, funciona como uma mediação entre aqueles que querem anunciar em aplicativos e os desenvolvedores que querem a exibição de anúncios em seus apps.

A vantagens de usar anúncios gerados pelo Google AdMob é poder escolher exatamente o que será anunciado no app. Com os filtros que são disponibilizados é possível alinhar o conteúdo do anúncio e do aplicativo além do formato do anúncio e demais detalhes!

Rede de Públicos

Outra ferramenta usada para monetizar o aplicativo gratuito é a Rede de Públicos do Facebook. O funcionamento dessa plataforma se assemelha muito à do Google AdMob. Nesse caso a divulgação dos ads é feita usando o sistema do Facebook Ads.

É uma opção bastante interessante para os anunciantes, pois permite que sejam vistos tanto no Facebook, quando no próprio aplicativo. Também é possível determinar o tipo e o formato dos anúncios.

Uma diferença entre as duas plataformas é que nessa é necessário que o usuário tenha o aplicativo do Facebook instalado em seu aparelho. Essa exigência existe, pois, só assim a Rede de Públicos consegue preencher os espaços com anúncios, o que não é necessário no Google AdMob.

Aplicativos gratuitos com vendas no aplicativo

Freemium

Mais uma forma de ganhar dinheiro com aplicativos gratuitos é oferecer aos seus usuários a opção de assinaturas Freemium. O nome Freemium surge da combinação das palavras Free + Premium, que é a estratégia de preço adotada.

Nessa estratégia existem dois modos de utilizar o app: de forma gratuita com alguma restrição de conteúdo ou a forma Premium. Aqueles que optam pelo pagamento da assinatura terão acesso ilimitado tanto aos conteúdos quanto a benefícios exclusivos. Essa é uma forma bastante prática de conseguir converter os usuários que fazem uso do aplicativo na versão gratuita e transformá-los em pagantes.

Em geral, a assinatura dos aplicativos é feita de forma mensal. O pagamento pode ser cobrado diretamente através do cartão de crédito do usuário. Uma outra estratégia para atrair nossos assinantes é disponibilizar assinaturas mais baratas nos primeiros meses e aumentar esse valor nos meses seguintes.

Para o sucesso dessa estratégia é essencial que as vantagens fornecidas pelo aplicativo quando o cliente realiza a assinatura sejam mais atrativas do que quando está na versão gratuita. Por exemplo, aplicativos de reprodução de música oferecem aos assinantes a possibilidade de não ter que escutar propagandas durante a execução das músicas.

Outra dica para ter ganhos com essa estratégia é ficar atento ao custo marginal de produção e distribuição do conteúdo.

Ou seja, é preciso que os custos gerais sejam menores do que a receita gerada pelos usuários Premium.

Esse cuidado é necessário pelo fato de grande parte dos usuários utilizarem o aplicativo gratuito, assim o valor a ser cobrado para os assinantes deve levar em conta esse contexto. Logo, o maior desafio é conseguir encontrar o equilíbrio entre as funcionalidades gratuitas e pagas.

Aplicativos com cobrança de comissão

A cobrança de comissão como uma forma de ganhar dinheiro com aplicativos gratuitos normalmente é feita por aplicativos de serviços. Em grande parte das vezes os serviços são oferecidos de forma gratuita, mas é cobrada uma taxa de serviço.

O que acontece é que o aplicativo cobrará uma taxa ou uma comissão pela tarefa de organizar o serviço e fazer a divulgação do mesmo. São exemplos de aplicativos de sucesso que usam esse tipo de monetização: Uber, IFood e 99taxis.

Os ganhos do aplicativo acontecem de acordo com quantos serviços são contratados. No caso da Uber, cada uma das corridas gera uma porcentagem para o app. Dessa forma, quanto mais o aplicativo investe em divulgação, mais consegue usuários e isso lucra através das comissões.

Outro grande fenômeno no mercado de aplicativos que monetizam através de taxa são os deliveries de comida. Nesse caso é oferecido aos usuários um cardápio de todos os restaurantes associados, e em cada um dos pedidos que é feito pelo aplicativo existe uma taxa de serviço cobrada.

Aplicativos com assinatura

Mais uma forma de ganhar dinheiro com aplicativos gratuitos é cobrar uma mensalidade dos usuários. Nesse caso o aplicativo pode ser baixado gratuitamente, porém para fazer uso das suas funcionalidades é necessário realizar uma assinatura do mesmo.

De certa forma, esse modelo se assemelha ao modelo de monetização Freemium. Entretanto, nos aplicativos em que é necessária a assinatura não é possível ter acesso a nenhum conteúdo, mesmo que limitado.

Em alguns casos, para que o aplicativo consiga atrair novos clientes podem ser feitas promoções de assinatura grátis por um tempo limitado. Com essa estratégia, espera-se que o usuário experimente o aplicativo e decida realizar a assinatura. Mas para que o usuário fique interessado, é essencial que app tenha qualidade e possa cumprir com as expectativas do usuário.

Os aplicativos que mais comumente usam essa forma de monetização são os serviços de streaming.

Um exemplo de sucesso que faz uso desse método de monetização é a Netflix

A empresa oferece diversas series e filmes para seus assinantes e que conta atualmente com grande número de assinantes.

Outro detalhe da estratégia do aplicativo da Netflix é flexibilidade em relação aos valores das suas assinaturas. No plano básico é permitida apenas uma tela acessando os conteúdos, sendo cobrado um valor mais baixo. No plano padrão são liberadas 2 telas simultâneas com uma resolução HD.

Já no plano Premium são permitidas 4 telas ao mesmo tempo além de melhor resolução. Com uma maior flexibilidade de valores e planos, o aplicativo consegue atrair grupos mais variados de assinantes, e com isso elevar seus ganhos.

Viu como existem diversas formas de ganhar dinheiro com aplicativos gratuitos? Basta que seja desenvolvido um bom aplicativo e que seja definido o modelo de remuneração ideal para ele! Vamos entender um pouco mais sobre a melhor forma de monetizar os aplicativos gratuitos.

Qual a forma correta de ganhar dinheiro com os aplicativos gratuitos?

Monetizar aplicativos gratuitos exige alguns cuidados. Em primeiro lugar é preciso que o usuário esteja convencido que comprar coisas dentro deste app será vantajoso para ele. Ou seja, é preciso criar no usuário a sensação de que pagar pela funcionalidade trará a ele muitas vantagens.

Para que isso aconteça é preciso estar atento. Os aplicativos gratuitos devem oferecer aos seus usuários boas funcionalidades, mas não perfeitas. Mas o que isso quer dizer? Casa a versão gratuita seja perfeita, não existiriam motivos para se pagar por algo a mais, certo? Por outro lado, se a versão gratuita possuir recursos muito escassos não conseguirá despertar no usuário nem a vontade de adquirir novas funcionalidades.

Por isso é extremamente importante achar o equilíbrio entre as funcionalidades.

Mas não é só isso. Além de ter equilíbrio, os aplicativos gratuitos têm que instigar seus usuários com sutileza. No momento de oferecer novos recursos pagos é necessário ser cauteloso. Além disso, ao utilizar anúncios é preciso estar certo de que eles não irão atrapalhar a navegação do usuário.

A exibição de pop-ups ou banners em vários momentos da navegação podem tornar a experiência do usuário muito ruim. Por isso as estratégias de monetizar os aplicativos gratuitos devem ser bem pensadas. Afinal, a principal preocupação sempre deve ser a experiência do usuário.

Por esses motivos, avalie quais estratégias serão mais rentáveis e quais se encaixam melhor no app para depois definir qual a melhor forma de ganhar dinheiro com os aplicativos gratuitos.

O que podemos concluir sobre os aplicativos gratuitos e as formas de ganhar dinheiro com eles?

Não existem dúvidas de que o mercado de aplicativos é muito grande e sua expansão ainda vai longe, não é mesmo? Com o avanço desse tipo de tecnologia é a hora certa de desenvolver um aplicativo de qualidade e conseguir ganhar dinheiro com ele!

E diferente do que muitos pensam, é possível ganhar dinheiro com os aplicativos gratuitos. Como vimos, existem diversas estratégias que podem ser adotadas, sendo as principais a exibição de propagandas e a venda de recursos dentro do próprio app.

Entretanto, para que a monetização dos aplicativos gratuitos seja bem-sucedida, é preciso avaliar bem qual estratégia será utilizada a fim de que a experiência do usuário não seja prejudicada.